NEW YORK | USA | 2016
40°71′28″S 74°00′59″O

 

"IT TAKES A CERTAIN kind of crazy to be in NYC with no plans. But definitely it's worth a try!

I confess: exploring all things visual in New York almost drove me crazy. Seriously, it seems that the city makes me hate to love it and hate to hate it at the same time. Also, it seems that the city is a funny friend and I found myself talking to "him/her" lots of times.

"Ok NYC, you're freaking beautiful, but "man", your traffic is so noisy and confusing and your subway is definitely crazy".


ALTITUDE: 10 mts.
TEMPERATURE: 7°C
AIR HUMIDITY: 66%
 



TEM QUE SER MEIO doido pra viajar pra NYC sem planos, mas definitivamente, vale a pena!

Confesso que explorar a cidade quase me deixou louco. Ela me faz odiar o fato de amá-la; me faz também odiar o fato de odiá-la. Sério, a loucura é tanta que eu me pegava conversando como se ela fosse uma pessoa; uma amiga louca qualquer.

"Ok, você é lindona demais mas pô, não dá pra pedir pro pessoal buzinar memos? Seu metrô também é de enlouquecer, né não?"


ALTITUDE: 10 mts.
TEMPERATURA: 7°C
UMIDADE DO AR: 66%
 


 
 

Being in New York delighted me but it also challenged me at the same measure. There was so much light, noisy and so much "everything" that - believe it or not - I found myself afraid to sleep in case I missed something. 

My Health App said that my daily record in New York was 33km walking (and of course experiencing the city), but wait a minute: there are so many things happening down there in the Subway too. What about rooftops? Damn NYC, you confuses me!



Estar em Nova York me encantou mas também me desafiou na mesma medida. São tantas luzes, barulhos e tanta coisa ao mesmo tempo que - acredite ou não - eu me ví lutando contra o sono para não perder nenhum detalhe.

Meu aplicativo do celular mostrava que meu record em Nova York foi 33km andados em apenas um dia, mas peraí: tem tanta coisa boa acontecendo lá em baixo no metrô também. Sem falar nas famosas coberturas da cidade. Ok NY, quero fazer tudo.


 
 

Gradually, lights became blurs, noise became movements and movements became sounds. Suddenly I found myself looking up and down without blinking and at this time my sneaker was freaking dirty because I was just walking without worrying where to step.

My eyes was blurred and somehow it made me feel happy and privileged for having such amazing experience. Charles Bukowski once said that "you've got to have lucky in New York" and thanks God I felt so lucky. It seems that the city was guiding me to leave my comfort zone and basically I found a silence within me; a silence in the middle of the freaking noise. 



Aos poucos, as luzes viraram borrões, o barulho virou movimentos, que por sua vez viraram ruídos. De repente notei que eu olhava para cima e para baixo sem nem piscar e naquele momento meu tênis já estava bem sujo porque eu estava andando sem me preocupar onde pisava.

Os borrões dos meu olhos me faziam sentir feliz e algo como um privilégio pela incrível experiência que eu estava tendo. O amigo Charles Bukowski uma vez disse "é preciso ter sorte em Nova York" e graças a Deus eu me senti muito sortudo. Parece que a cidade me guiou a deixar minha zona de conforto e basicamente me levou a encontrar o silêncio dentro de mim.


 
 

Definitely, I'm telling the truth when I say I felt lucky in New York. Also, I felt the silence so deeply that words can't describe.

All my friends knows that I always have lots of new stories to tell after a trip and of course it could not be different at this time, but I have to say that this city was giving me its best in this sense. There is so much to tell that I got confused but really amazed too.



Definitivamente estou falando a verdade quando digo que me senti sortudo em Nova York. Além disso, senti um silêncio tão profundo que não consigo descrever.

Quem me conhece sabe que sempre tenho novas histórias para contar sobre minhas viagens e obviamente não poderia ser diferente dessa vez, porém preciso dizer que Nova York me ofereceu seu melhor nesse sentido. Tenho tanto pra contar que nem sei por onde começar.


 
 

Furthermore, there are things that only happens to me and sometimes that make things dramatic but funnier too. Guess what: A fucking car just splashed me as it drove through the puddle. It was raining and freaking cold and I got completely soaked and of course dirty on the streets. 

"Ok NYC, I feel lucky anyway. It sounds crazy but I really believe that everything was needed somehow, even the puddle thing your prepared to me".



Além disso, existem coisas que só acontecem comigo. A parte boa é que elas deixam as histórias mais engraçadas e divertidas. Adivinha? Um carro passou em uma poça e me deu um banho em pleno frio chuvoso de Nova York. Fiquei completamente molhado e sujo.

"Ok NYC, eu sou sortudo mesmo. É meio louco pensar assim, mas eu realmente acredito que tudo foi necessário, inclusive a poça que você preparou pra mim.


 
 

In short, the silence I found within me in New York made me think about every single life in the city. It made me think about stories behind every person in town.

There's so much things happening at the same time in the city that sometimes it seems that there is a whole world hidden behind every window or every light at night. That's why I decided to separate (in parts) my stories from NYC.

To be continued...



Em suma, O silêncio interno que Nova York gerou em mim me fez refletir sobre cada vida naquela cidade. Me fez refletir sobre as histórias por trás de cada pessoa.

Existem tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo na cidade que as vezes parece que existe um universo inteiro por trás de cada janela ou de cada luz durante a noite. É por isso que decidi separar em partes as histórias sobre NYC.

Continua...